§ Pesquisa da Superdigital, fintech do Grupo Santander, apontou que o País teve uma evolução positiva no consumo de 31% em dezembro ante novembro de 2021

São Paulo, fevereiro de 2022 – NOTA DE IMPRENSA

O Ceará teve um aumento de 30,5% no consumo, em dezembro ante novembro, nas classes C e D, segundo a Pesquisa de Hábitos de Consumo da Superdigital, fintech do Grupo Santander, focada em inclusão econômica. O saldo positivo foi um efeito, sobretudo, pelo crescimento de 47% dos gastos com Companhias Aéreas.

A alta no consumo cearense foi reforçada ainda pela participação dos setores de Serviços (23%), Automóveis e Veículos (23%), Supermercado (22%), Transporte (16%), Lojas de Artigos Diversos (9%), Prestadores de Serviços (9%) e Lojas de Roupas (9%). Em contrapartida, recuaram os gastos com Diversão e Entretenimento (-30%) e Telecomunicações (-1%). 

Na média do País, o consumo das classes C e D no Brasil cresceu 31% em dezembro ante novembro, de acordo com a Superdigital. O resultado foi o melhor do ano de 2021, apesar de ainda ter representado uma queda de 13% em relação a dezembro de 2020.

Luciana Godoy, CEO da Superdigital Brasil, afirma que o consumo foi impactado positivamente pelo 13° salário e festas de Natal e Ano Novo. “Foi um ano de recuperação para o varejo, que ainda sofreu muito por conta da pandemia. Mas dezembro trouxe um alívio e ficou acima das expectativas”, diz.

Na pesquisa, todas as regiões do Brasil mostraram alta no consumo dessas classes sociais, com destaque para o Sudeste, que impulsionou o resultado, com elevação mensal de 33%. Nas demais regiões, o Nordeste fechou com alta de 32%, seguida do Sul (26%), Norte (22%) e Centro-Oeste (22%). Entre os três estados pesquisados no Nordeste, além do Ceará, que teve crescimento de 30,5%, a Bahia apresentou uma evolução de 41%, a maior do País, e Pernambuco, de 30%.

No Brasil, os setores que mostraram recuperação mais significativa no consumo foram Lojas de Roupas, com alta de 32%, Supermercado, com 24%, Lojas de Artigos Diversos (15%), Transporte (15%) e Restaurantes (13%). Já os setores que apresentaram quedas no consumo foram Rede Online (-9%), Companhias Aéreas (-7%) e Diversão e Entretenimento (-3%).

O levantamento mostrou também que o principal gasto no orçamento foi no segmento Supermercado (36%), seguido de Restaurantes (11%), Lojas de Artigos Diversos (11%) e Transportes (8%).

Outro dado da pesquisa mostrou que 87% dos gastos totais foram feitos presencialmente, o que representa dois pontos percentuais a mais se comparado a novembro. Em relação ao ticket médio, houve aumento significativo nos setores de Transporte (9%), Hotéis e Motéis (8%), Supermercado (8%) e Lojas de Roupas (7%). Entretanto, caíram os valores médios em cada compra com Rede Online (8%), Companhias Aéreas (5%) e Serviços (3%).

Para acessar os dados completos da pesquisa, acesso o link

https://superdigital.com.br/blog/images/Indice_Dez21_estados_pdf.pdf

Sobre a Superdigital

A Superdigital (www.superdigital.com.br) é uma das fintechs do Banco Santander com atuação global. Possui mais de 1,9 milhão de clientes e processa mais de 70 milhões de transações por ano. O propósito da empresa é democratizar os serviços bancários: em apenas cinco minutos, qualquer pessoa pode abrir uma conta e gerenciar sua vida financeira sem burocracias, pelo celular.  

_____________

Kauê Diniz

(81) 98848 0876

Assessoria de Imprensa Santander Nordeste/Norte/Espírito Santo

https://www.santander.com.br/institucional-santander/sala-de-imprensa

Envie um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem