O Ceará teve o quinto maior número de homicídios do Brasil nos três primeiros meses de 2022, conforme o Monitor da Violência, índice nacional de homicídios criado pelo g1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

O levantamento contabiliza o número de vítimas de crimes de homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios (roubos seguidos de morte) e lesões corporais seguidas de morte.

Segundo o monitor, enquanto o Brasil apresentou queda no número de assassinatos de janeiro a março deste ano, o Ceará teve 755 mortes do período, ficando atrás da Bahia (1.326 mortes), Pernambuco (963 mortes), São Paulo (812 mortes) e Rio de Janeiro (781 mortes).

Em todo o estado, o mês de fevereiro foi o que mais registrou mortes violentas com um total de 277 assassinatos. Em seguida janeiro com 255 e março com 227 registros.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE) informou que nos três primeiros meses de 2022 houve uma redução de 6,3% nos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs), indo de 805 crimes no primeiro trimestre de 2021 para 754 neste ano.

A SSPDS afirmou ainda que essa redução ocorre em comparação a um ano (2021) que já havia encerrado com balanço positivo em comparação a 2020. Ou seja, a queda foi de 18% durante os doze meses do ano passado, indo de 4.039 para 3.299, se configurando o segundo melhor resultado dos últimos dez anos, conforme dados extraídos pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp).

G1 CE

Envie um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem