Confira o Vídeo completo:

A Vereadora de Canindé, Sandra Cordeiro, usou suas redes sociais, na tarde de ontem logo após o encerramento da sessão da Câmara Municipal desta sexta-feira 07/05 para falar a cerca do Parecer do Conselho de Ética da Câmara, que pede o arquivamento da denuncia apresentada por ela, contra o Vereador Giovane Lira por quebra de decoro parlamentar.


Mais no final da sessão teve luta corporal e confusão:

Segundo o vereador diz que foi agredido ao sair de sessão da Câmara de Canindé

O Vereador Giovane Lira, também usou suas redes sociais na tarde ontem, para denunciar que foi agredido ao sair da sessão da Câmara Municipal de Canindé, por volta do meio dia de hoje.

De acordo com o Parlamentar, ao deixar o local foi agredido pelo emprésario Janael Cordeiro, que é esposo da Vereadora Sandra Cordeiro. Giovane Lira, disse ainda que além de Janael, uma pessoa conhecida como Mano, também teria participado das agressões físicas.

O Vereador diz acreditar que o motivo das agressões sofridas, foi o fato do Conselho de Ética da Câmara Municipal de Canindé, ter arquivado uma denuncia apresentada contra ele por quebra de decoro parlamentar, pela Vereadora Sandra Cordeiro.

Giovane Lira, disse ainda que após as agressões, registrou um Boletim de Ocorrências na Delegacia Regional de Polícia Civil de Canindé e realizou exame de corpo de delito.

Após denuncia contra Mano acessor da vereadora Sandra o mesmos foi em suas redes sociais e se pronunciou a respeito da acusação.

Após a postagem da Reportagem " Vereador diz que foi agredido ao sair da sessão da Câmara Municipal de Canindé" na qual o parlamentar Giovane Lira disse que foi agredido pelo Sr Janael Cordeiro, e pelo Sr conhecido como Mano, recebi a outra versão dos fatos ditas pelo Sr conhecido como Mano, que foi citado pelo Vereador Giovane Lira.

Por: Wellington Lima

Envie um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem