Um líder religioso de 42 anos foi preso em uma ação da Polícia Civil, deflagrada na cidade de Baturité. Conforme investigação, o homem se aproveitava do cargo dentro da igreja e a relação com a família para se aproximar e estruprar a vítima, uma criança de sete anos.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a prisão aconteceu nessa quinta-feira (30). O homem já vinha sendo investigado devido aos relatos dos parentes da vítima. Com a captura, o inquérito foi finalizado e remetido ao Poder Judiciário.“Os pais da criança depositavam confiança no suspeito, por ele ser um religioso e parente. A vigilância era reduzida”, explicou a delegada Ravenna Matos.

Diário do Nordeste

Envie um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem