Mestre Bibi considerado um dos maiores ícones de todos os tempos por especialistas de arte sacra como o um artista de mais expressivo da atualidade nesta área.

O corpo foi velado  na Praça dos Mestres em Canindé com cerimônia de despedida aberta ao público,  contou com a presença  familiares,amigos,historiadores Canindeenses e pessoas do meio  artístico.

Após a cerimônia, o cortejo percorreu pelas  principais Ruas da cidade passando em frente a estátua de São Francisco e Basílica de São Francisco o sepultado no ocorreu no Cemitério São Miguel.

Mestre Bibi deixa sua marca de artista escultor sacro em inúmeras obras realizadas em igrejas e capelas pelo Brasil, sua maior obra, porém, fruto de seu talento e trabalho e amor à Canindé a maior de todas ­ e um de seus maiores orgulhos também ­ é a estátua de São Francisco das Chagas de Canindé, que atinge 31,25 metros. 

Na sua trajetória de santeiro, o artista Bibi produziu uma variedade imensa dos mais diversos santos, de acordo com a devoção de cada pessoa e padroeiro das cidades que encomendava.

No Ceará, suas imagens em grandes dimensões pontuam a paisagem de Ipueiras (Nossa Senhora de Fátima), Mulungu (São Sebastião), Caucaia (Santa Edwirges), e em Fortaleza, na igreja de Nossa Senhora da Saúde, no Mucuripe.

Em Canindé além da estátua de São Francisco ele  esculpiu as Imagens de via sacras da igreja do monte, Estátua de São Francisco na entrada da cidade na Praça Dr. Aramis, Cruzeiro em frente a Basílica, imagens de São Francisco  na Praça Farei Aurélio e Convento Santo Antônio.

Em oito décadas de labuta, o Mestre Bibi, orgulhava-se de ter suas imagens espalhadas por diversas cidades brasileiras, como Ceará, Piauí, Maranhão, Rio de Janeiro e até em Roma, quem me deu esse testemunho foi a professora Canindeense Marlene Tavares ela foi secretária do Bispo Dom Aluízio e certa vez ao acompanhar o Bispo em uma caravana para Roma o Bibi que foi seu aluno, ao tomar conhecimento  desta viagem, fez um lindíssimo Crusifix e a pediu para ela entregar nas mãos Papa João Paulo II esse belo Crusifix assim foi feito o seu desejo.

Mestre Bibi foi um intelectual nato com inesgotável fonte de saber sobre a história da nossa terra de São Francisco das Chagas de Canindé.

Ao Alçar o vôo para vida eterna, o querido Bibi deixou aberta uma grande lacuna  no Coração e na lembrança de seus entes queridos  e de seus incontáveis amigos Canindeenses.

Os que aqui ficam, permanece, com o singular privilégio de com ele ter convivido e com a herança de seu precioso legado de homem simples, correto, solidário, bondoso e sem dúvidas um homem de fé que amava sua família e tinha um carinho especial pela terra de São Francisco.

A sua lembrança continua viva, presente, latente no Projeto Memórias de Canindé. 

Assim era o nosso Mestre Bibi, amigo de todas as horas imortal!!!!

DEOCLÉCIO SOARES DINIZ (MESTRE BIBI) Data de nascimento: 26/12/1936 +29/05/2022.

Tradição: escultor santeiro

Cidade: Canindé (CE)

Fonte - Julio Cézar Alemão Projeto Memórias de Canindé 

Fotos - Antônio Carlos Lúcia Alves de Sousa

Envie um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem