A Secretaria Estadual da Saúde do Ceará (Sesa/CE) divulgou dados sobre o cenário epidemiológico e entomológico das arboviroses urbanas no Estado. Até o último dia 25 de abril, o Estado apresentou aumento de 503,5% no número de casos notificados de arboviroses em relação ao mesmo período de 2021.

O monitoramento sistemático dos casos é realizado por meio das ferramentas contidas no Plano Estadual Integrado em Saúde para Enfrentamento das Arboviroses. As informações sobre o cenário epidemiológico e controle vetorial do mosquito foram atualizadas até a Semana Epidemiológica (SE) 16 de 2022.

Segundo o boletim, divulgado no dia 26 de abril, neste ano foram notificados 36.773 casos suspeitos de arboviroses. Destes, 57,1% (21.028/36.773) foram de dengue e 41,9% (15.432/36.773) foram de chikungunya. Nos registros das primeiras semanas de 2022, observou-se um crescimento de 503,5% no número de casos notificados de arboviroses quando comparado ao mesmo período do ano anterior (6.093).

Com conteúdo de O Povo

Envie um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem