O Conselho Universitário (Consu) da Universidade Estadual do Ceará (Uece) aprovou, no último dia 1º de abril, as Resoluções nº 1.757/2022 e nº 1.758/2022, que dispõem sobre a criação das novas unidades da instituição no interior do Ceará.

Com as resoluções, estão criadas a Faculdade de Ciências da Saúde do Sertão Central (Facisc), no município de Quixeramobim, e a Faculdade de Educação e Ciências Integradas do Sertão de Canindé (Fecisc).

De acordo com o reitor da Uece, professor Hidelbrando Soares, a aprovação das resoluções é “histórica para a Uece e para todo o estado do Ceará. Estamos com um percurso diferenciado, com a maior e mais qualificada política de expansão e de interiorização da Universidade e do ensino superior no estado do Ceará. É um projeto ousado que envolve uma faculdade de Ciências da Saúde que pensa o ensino, a pesquisa e a extensão, trazendo desenvolvimento e oportunidades para a região, para o interior e para todo o estado. É uma alegria que não cabe no peito.”

Inicialmente, a Facisc ofertará o curso de Bacharelado em Medicina, e a Fecisc disponibilizará os cursos de Bacharelado em Administração e de Licenciatura em Pedagogia.

Com as novas ofertas no interior do estado, a Uece terá mais 240 estudantes em um ano. Com isso, a partir da formação das primeiras turmas, o Ceará poderá contar com 80 novos médicos, 80 administradores e 80 pedagogos, anualmente.

Futuramente, a perspectiva é de crescimento para as duas faculdades. Isso porque, em até dois anos, a partir da data das resoluções, a Uece realizará levantamento de demandas nos municípios para criação de novos cursos para as unidades, beneficiando ainda mais cearenses, direta e indiretamente.

Saiba mais

No último dia 4 foi realizada, na sala de atos da Secretaria dos Órgãos de Deliberação Coletiva (SODC), no campus Itaperi, cerimônia de assinatura da Resolução de criação da Facisc.

Na ocasião, o reitor da Uece, professor Hidelbrando Soares, destacou a importância do maior concurso público da história do Ceará para a formação qualificada de novos médicos. “O curso de Medicina de Quixeramobim já terá, de partida, 40 vagas de professores efetivos, garantidas pelo concurso público. Esse dado, por si só, já não teria precedência histórica, mas temos, ainda, a mais qualificada expansão, com garantia de hospitais universitários vinculados à Funece e participação efetiva da Uece na gestão hospitalar. Isso representa qualidade de ensino, pesquisa e extensão nos novos cursos e a reafirmação da força da Uece em transformar realidades.”

Para o evento, estiveram presentes o reitor da Uece, professor Hidelbrando Soares; o prefeito de Quixeramobim, Cirilo Pimenta; o vice-prefeito do município, Edmilson Vasconcelos Junior; a pró-reitora de Graduação da Uece, professora Mazza Maciel; a diretora do Centro de Ciências da Saúde, professora Ivelise Canito Brasil; entre outras autoridades.

Revista Central

Envie um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem