O adolescente Diego Elias, 20 anos, da cidade de Porteiras do interior do Ceará morreu neste domingo (17), segundo a família, após ter passado nove horas no hospital da cidade sem o suporte preciso. Além do mais, sem sequer ter sido submetido a exames para checar a pancada na cabeça.

O acidente foi por volta das 21h da noite do sábado(16), onde o jovem estava inconsciente e o levaram para o hospital municipal. Dessa vez, o jovem passou toda a madrugada sentindo dor o qual veio a falecer na manhã do dia seguinte.

De acordo com a mãe, a família pediu para transferir o rapaz, visto que o hospital da cidade não tem suporte para o caso apresentado e que o filho só recebeu remédio para dor no hospital.

“Na madrugada do domingo, Diego teve uma piora, pois bateu a cabeça e estava se queixando de muita dor de cabeça, vomitando e com sonolência”

“Ainda na madrugada, Diego teve uma piora, a todo momento se queixando porém a médica aduziu que ele não estava enquadrado nas hipóteses para ser transferido”

A médica relatou que não precisava da transferência, pois o paciente estava bem e o que estava sentido era “normal”.

“ Se assim que ele chegou lá [no hospital] a médica tivesse “tentado” transferir para fazer a tomografia , ele estaria com gente a hoje”, disse a mãe Rosiana Alves.

Fonte: Sobral Online

Envie um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem