O educador físico ainda pediu que as pessoas parem de compartilhar "conteúdo ofensivo contra a honra" da companheira

Eduardo Alves publicou vídeo na internet e pediu que pessoas parem de compartilhar 'conteúdo ofensivo contra honra da esposa'. Segundo ele, mulher segue internada em hospital com problemas psicológicos.

O personal trainer, Eduardo Alves, de 31 anos, que foi filmado agredindo um sem-teto que havia feito sexo com a esposa dele, dentro do carro da família, no Distrito Federal, publicou um vídeo que começou a circular na internet, nesta quarta-feira (16). Eduardo que, até então não havia falado sobre o assunto, diz que está preocupado com a saúde da mulher e pediu que as pessoas parem de compartilhar "conteúdo ofensivo contra a honra da esposa" (veja vídeo acima).

Na filmagem, o personal trainer afirma que a mulher "sofreu violência sexual por um morador de rua" – apesar de a esposa dele ter admitido, em áudios e para a polícia, que o sexo foi consentido. Ele pediu ainda que as pessoas tenham empatia com a situação delicada.

Em áudios da esposa de Eduardo, que também circulam na internet, ela conta como manteve relações sexuais consensuais com o sem-teto. A mulher diz que enxergou Deus, e o próprio marido, no homem.

A mulher ainda contou que encontrou o sem-teto em frente a um quiosque, na Rodoviária de Planaltina, e que ele fumava um cigarro.

Vídeo:

Fonte: G1 DF - Vídeo Divulgação

Envie um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem