Flávio Roberto Sousa Alves, vulgo Peixoto foi preso na tarde desta quarta-feira pela polícia civil de Canindé. O indivíduo estava foragido desde o dia 29 de abril de 2019 suspeito do crime de abuso sexual contra funcionárias da fábrica de calçados onde o mesmo era gerente. Peixoto foi preso no bairro Riacho São Francisco em Canindé.

Relembre o caso

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da Delegacia Regional de Canindé, abriu investigação em abril de 2019 contra Flavio Roberto Sousa Alves (47), vulgo Peixoto, com passagens por estupro e ameaça. O homem é suspeito de assediar e abusar sexualmente de funcionárias de uma fábrica, onde o mesmo era gerente.

O mandado de prisão temporária contra o suspeito foi expedido no dia 30 de abril do ano passado. De acordo com levantamentos e testemunhos de vítimas, o homem assediava sexualmente e psicologicamente as mulheres que iam fazer entrevistas de emprego, ou aquelas que desejavam ascensão profissional.

As equipes foram até ao local onde o homem trabalhava para cumprir a ordem judicial, mas quando os investigadores chegaram, o homem fugiu pela porta dos fundos da fábrica, em uma moto. Diligências seguem em andamento para capturar o suspeito.

Vídeo:


Por: Wellington Lima

Envie um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem